[K-NEWS] ‘CHUSEOK’ – Dia de Ação de Graças Coreano

“Chuseok”, o Festival Outonal da Colheita de Lua Cheia, como uma Ação de Graças no Oeste, é celebrado pelos coreanos de todo o mundo.

É a reunião de família mais importante, a fim de enriquecer os valores familiares e comemorar as vidas ancestrais. Filhos, filhas e netos se reúnem nas casas de seus pais ou avós para celebrar o festival anual coreano durante a lua cheia em sua época mais visível – perfeita para a colheita -, resultando em um movimento da nação inteira. Em fato, mais de dois terços de toda a população coreana viaja para suas cidades natal e vilas nesta ocasião.

Uma outra importante tradição no Chuseok é visitar e cuidar dos túmulos dos ancestrais, prestando homenagens. A longa tradição é mantida e assegurada até mesmo em países estrangeiros, fora da própria Ásia, incluindo até mesmo a Austrália.

As famílias vestidas na roupa tradicional, o ‘Hanbok‘, comemoram as vidas de seus ancestrais e preparam um banquete feito da farta colheita anual. Os nascidos coreanos usualmente ligam para seus pais durante a manhã, caso não vivam juntos.
Até mesmo longe do país natal, as famílias acreditam que é importante ensinar às crianças coreanas os costumes e ensinar também o idioma coreano, a fim de preservar a cultura e a tradição da Coreia.

A duradoura tradição da reunião de família no Chuseok originou-se dos ritos comemorativos para ancestrais durante a conclusão da colheita anual, praticada na sociedade agrícola.

Como outros feriados, o Chuseok é cheio de mimos e comidas, como o “songpyeon” (bolos de arroz tradicionais recheados) e “namul” (vegetais fritos), que podem ser encontrados prontos em lojas coreanas. A título de curiosidade, os coreanos são tradicionalmente permitidos de empanturrar-se e compartilhar as comidas, visto que isto faz parte do espírito do Chuseok. Entretanto, os pratos principais do Chuseok são baseados em carne, como em outras festividades, portanto é recomendado o uso de partes da carne mais leves e magras ao invés das gordurosas.

Costumes do Chuseok

Charye (serviços memoriais de ancestrais)

Na manhã do Chuseok, os membros da família se reúnem em seu lar para realizar serviços memoriais (chamados Charye) em honra de seus ancestrais. Os serviços de Charye mais formais são realizados duas vezes ao ano: durante o Seollal (o Ano Novo Lunar) e Chuseok. A diferença entre os dois serviços é que durante o Seollal a comida mais representativa é o Tteokguk branco (uma sopa de bolo de arroz), enquanto no Chuseok a mais importante é o arroz fresco da colheita. Depois do serviço, os membros da família sentam-se juntos à mesa para desfrutar das comidas que simbolizam suas bênçãos.

Songpyeon

Songpyeon é uma comida simbólica do Chuseok. Este bolo de arroz é preparado com pó de arroz, que é amassado até estar num tamanho pouco menor que uma bola de golfe, e então recheado com semente de gergelim, feijão, feijão vermelho, castanhas e outros ingredientes nutricionais. Quanto o songpyeon é cozido, os bolinhos de arroz são enrolados com agulhas de pinheiro para adicionar a deliciosa fragrância do pinho. Na noite do Chuseok, a família inteira costumava se reunir para fazer o songpyen à luz do luar. Uma anedota coreana antiga diz que a pessoa que faz um songpyeon bonito e apetitoso conhecerá um bom esposo/esposa ou dará a luz a um lindo bebê.

Ganggangsullae (Dança circular coreana)
http://www.koreansafari.com.au/image/150924k2-3.jpg

Nesta dança, as mulheres vestidas de Hanbok juntam as mãos em um círculo e cantam juntas. A dança é da época da Dinastia Joseon (1392-1910), quando o exército coreano costumavam vestir moças da vila em uniformes militares e as faziam circular pelas montanhas para causar temor ao inimigo, fazendo-os pensar que os militares coreanos eram maiores em número do que de fato eram. O exército coreano comemorou muitas vitórias graças a essa tática de amedrontamento.

Chuseokbim (vestido do Chuseok)

Durante o Chuseok, todos os membros da família compram e vestem novas roupas, usualmente hanbok (vestimenta tradicional). Este costume é conhecido como Chuseokbim, e ainda é praticado nos dias de hoje. Atualmente, porém, muitas famílias compram roupas de lojas de departamento ou butiques ao invés de fazer o hanbok à mão, como antigamente. Vestidos em novas roupas, as famílias e agregados estão prontos para celebrar o Chuseok.

Tradução/Adaptação/Revisão: Gabi
Fonte: Koreansafari

*Não retire nosso conteúdo sem os devidos créditos*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *